Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Noticiar a Região do Ribatejo

"Noticiar a Região do Ribatejo" é um blogue de notícias da região do Ribatejo

Noticiar a Região do Ribatejo

"Noticiar a Região do Ribatejo" é um blogue de notícias da região do Ribatejo

Farmácias identificam mais de mil pessoas com risco de diabetes

31.07.18 | noticiar

109 Farmácias de Lisboa e Vale do Tejo identificaram e encaminharam 1038 utentes com risco moderado e muito alto de diabetes para o seu médico de família.

A referenciação destes utentes surgiu do desafio da Gulbenkian “Não à Diabetes!”, que se realizou de 14 de novembro de 2017 a 1 de maio deste ano. A sua finalidade foi informar e prevenir o desenvolvimento da diabetes tipo 2.

Jorge Soares, Diretor do Programa Gulbenkian Inovar em Saúde, da Fundação Gulbenkian explicou que “para o sucesso desta intervenção contribuíram dois fatores chave. O primeiro foi a eficácia do recrutamento e identificação das pessoas com risco de diabetes, através da colaboração excecional das farmácias para identificar os utentes, fazer-lhes o teste e encaminhá-los para os centros de saúde. O segundo fator foi a educação das pessoas para o futuro, com foco nos centros de saúde. O sucesso do desafio só foi possível graças ao alinhamento de vários parceiros: as autarquias, as farmácias como porta de entrada e os centros de saúde”.

 “O rastreio através da avaliação do risco de desenvolver a doença, mediante fatores como a obesidade, tabagismo ou antecedentes familiares é fundamental, porque a diabetes é assintomática no início, mas pode provocar lesões em diversos órgãos, como os rins, olhos e sistema vascular.”

Adelaide Figueiredo, médica no Centro de Diabetologia do Hospital Distrital de Santarém referiu que “uma diabetes não diagnosticada, não controlada, com um nível metabólico desregulado e elevados níveis de glicose no sangue, tem um maior risco de complicações e pode conduzir à morte”.