Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Noticiar a Região do Ribatejo

"Noticiar a Região do Ribatejo" é um blogue de notícias da região do Ribatejo

Noticiar a Região do Ribatejo

"Noticiar a Região do Ribatejo" é um blogue de notícias da região do Ribatejo

Santarém - Nuno Figueiredo recebe Prémio Nacional de Poesia Actor Mário Viegas

11.11.18 | noticiar

Nuno Figueiredo recebe Prémio Nacional de Poesia

Nuno Figueiredo recebe Prémio Nacional de Poesia

 

O Centro Cultural Regional de Santarém atribuiu, ontem, o Prémio Nacional de Poesia Ator Mário Viegas, ao poeta e ficcionista Nuno Figueiredo, com a sua obra “Epifanias”.

Nuno de Figueiredo, natural de Coimbra, publicou o seu primeiro livro de poesia em 1985, tendo-se estreado na ficção em 1997.

A este prémio concorreram 243 obras, oriundas de Portugal, Brasil, França, Reino Unido e São Tomé e Príncipe.

Esta cerimónia marcou o início das comemorações de homenagem ao Ator Mário Viegas, que também contou com a inauguração da Exposição itinerante Mário Viegas “O Sonho ao Poder”.

O Prémio Nacional de Poesia Actor Mário Viegas foi instituído em 2003, com o objetivo de perpetuar o ilustre Scalabitano Mário Viegas.

 

«Nascido a 10 de novembro de 1948 em Santarém, cidade onde passou a infância, Mário Viegas foi ator, encenador, “recitador e amante da poesia”, de que foram exemplo os programas televisivos “Palavras Ditas” e “Palavras Vivas” e as inúmeras gravações, tendo ainda fundado três companhias de teatro e participado em mais de 15 filmes.

 

Ao longo do mês de novembro, o Fórum Actor Mário Viegas, acolhe a exibição de dois filmes: no dia 16 de novembro, às 21h30, “A Mulher do Próximo”, que tem como Intérpretes: Carmen Dolores, Virgílio Teixeira e Mário Viegas, realização de José Fonseca e Costa e autoria de Miguel Esteves Cardoso e José Fonseca e Costa. Ano1988, e no dia 24 de novembro, “Palavras Ditas e Palavras Vivas”, que pretendem mostrar o grande intérprete que foi Mário Viegas nos domínios da poesia, do teatro e do cinema”, numa iniciativa realizada em colaboração com o Cineclube de Santarém.

  

O Centro Cultural Regional de Santarém, C.R.L (CCRS) foi criado em 1980 na consequência de um projeto de descentralização cultural da Secretaria de Estado da Cultura, com o apoio da Câmara Municipal de Santarém e da Fundação Calouste Gulbenkian, com escritura pública de constituição lavrada a 10 de julho de 1980.

 

Formado com a preocupação da formação de agentes culturais e da divulgação do produto artístico dos núcleos culturais espalhados pelo distrito, hoje em dia o CCRS propõe-se acolher, propor e dinamizar manifestações culturais, constituindo um polo ativo de debate da cultura e da cidadania.»

 

Santarém cria núcleo de apoio aos Sem-Abrigo

11.11.18 | noticiar

Santarém formaliza criação de núcleo de apoio

A Câmara de Santarém assinou, no dia 7 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um protocolo de parceria, no âmbito da Rede Social de Santarém, que formaliza a criação do Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo - NPISA de Santarém.

O núcleo, que pretende dar resposta integrada e concertada entre as várias entidades a esta população, conta com a parceria do Instituto da Segurança Social, o I.P., do Instituto de Emprego e Formação Profissional, I.P., do Hospital Distrital de Santarém E.P.E., da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo I.P., da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, da Associação Picapau Centro de Formação e Recuperação de Toxicodependentes, da Cruz Vermelha Portuguesa Centro Humanitário Santarém| Cartaxo e do Lar Evangélico Nova Esperança, IPSS.

O protocolo foi realizado “por Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, juntamente com Renato Possante Bento, Diretor do Centro Distrital da Segurança Social em Santarém, Conceição Isabel Eugénio Silva Duarte, Diretora de Centro do Centro de Emprego e Formação Profissional de Santarém, Ana Infante, Presidente do Conselho de Administração do Hospital Distrital de Santarém, Luis Augusto Coelho Pisco, Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo I.P.,  Mário Augusto Carona Henriques Rebelo, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, Alfredo Palácios Coelho Bento Calado, da Associação Picapau Centro de Formação e Recuperação de Toxicodependentes, Dário Fernando Sousa Costa, da Cruz Vermelha Portuguesa/Centro   Humanitário Santarém/Cartaxo e Sónia Lobato, Presidente da Direção do Lar Evangélico Nova Esperança, IPSS.

A criação do NPISA de Santarém, coordenado pela Câmara de Santarém, tem em conta a aprovação da Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo 2017-2023 (ENIPSSA 2017-2023), em sede da Resolução do Conselho de Ministros nº 107/2017, de 25 de julho, tendo em conta a Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo - ENIPSSA 2017-2023, que assenta em três principais áreas, configuradas em 3 eixos que se desenvolvem em objetivos estratégicos: Promoção do conhecimento do fenómeno das pessoas em situação de sem-abrigo, informação, sensibilização e educação; Reforço de uma intervenção promotora da integração das pessoas em situação de sem-abrigo; Coordenação, monitorização e avaliação da ENIPSSA 2017-2023.

O NPISA de Santarém reúne desde 2010, nomeadamente através da rede social, que presta apoio aos "sem-abrigo", articulando recursos e respostas no sentido de minimizar as consequências e vulnerabilidades das pessoas que se encontram em condição de sem-abrigo.

O NPISA de Santarém prevê a existência de equipas multidisciplinares interserviços, transporte e espaços de acolhimento, bem como assistência médica, integração profissional e social.”

 

Santarém - 46ª Taça da Europa de Karaté WADO-KAI

11.11.18 | noticiar

46ª Taça da Europa de Karaté WADO-KAI.jpg

 

 

A 46ª Taça da Europa de Karaté WADO-KAI realiza-se, dia 17 de novembro, entre as 08:30 e as 23:00 horas, na Nave do Pavilhão Municipal de Santarém.

A competição irá trazer à cidade scalabitana 325 participantes oriundos dos países: Portugal, Arménia, Azerbaijão, Áustria, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Dinamarca, Inglaterra, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Irlanda do Norte, Roménia, Escócia, Suécia, Suíça, País de Gales e Grécia.

A competição é organizada pela Associação de Karaté Wado-KAI de Santarém.

Mais informações poder obtidas atrvés do site: http://europeanwadokaicup2018.blogspot.com/

Município de Santarém finalista no prémio “Município do Ano”

11.11.18 | noticiar

Sem Título.png

 

 

O município de Santarém foi mais uma vez nomeado como finalista dos “Prémios Municípios do Ano – Portugal 2018”, nesta que é a 5ª edição do Prémio UM CIDADES, ao qual o município concorre com o projeto ambiental “Raízes da Sustentabilidade”.

O Prémio UM CIDADES atribui mérito a projetos que possuam impactes consideráveis no território, na economia e na sociedade; que promovam o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade.

De acordo com a autarquia de Santarém “O projeto Raízes da Sustentabilidade tem o propósito de implementar políticas públicas de Alterações Climáticas a nível local, envolvendo a população através da criação de sumidouros familiares que contribuem para a mitigação e adaptação ao efeito da mudança climática, promovendo uma cidadania ativa nas questões ambientais e, em particular, na defesa e opção por plantações de árvores autóctones que são imprescindíveis para o equilíbrio dos ecossistemas e aumento da sua resiliência.

É um projeto que assenta num modelo concetual centrado na dinâmica entre obras de engenharia natural e a participação pública, envolvendo a sociedade na temática das Alterações Climáticas, com realização de ações no terreno que permanecem no tempo e criam uma cadeia de valor ambiental e económica (a longo prazo), focado no ativo “árvore autóctone”. “

O projeto cumpre com a linha estratégica de Portugal atingir a neutralidade carbónica em 2050, de forma a se posicionar entre os países que assumem a liderança no combate às Alterações Climáticas.

De recordar, que em 2016 Santarém venceu o prémio “Município do Ano 2016 - Região Alentejo”, com o Projeto Ambiental “Reabilitar Troço a Troço.

 

A cerimónia de entrega dos Prémios “Municípios do Ano – Portugal 2018” realiza-se, dia 16 de novembro, em Guimarães, e estão nomeadas 35 autarquias para nove categorias e para o grande prémio final.

 

 

 

 

 

 

Os finalistas nomeados em 2018 são Avis, Coruche, Santarém e Sines (Alentejo e Ribatejo); Albufeira, Alcoutim e Loulé (Algarve); Cascais, Lisboa, Mafra e Sesimbra (Área Metropolitana de Lisboa); Arouca, Espinho, Gondomar e Vila Nova de Gaia (Área Metropolitana do Porto); Águeda, Mealhada, Oliveira do Hospital e Seia (Centro); Figueira de Castelo Rodrigo, Idanha-a-Nova, Lousã e Sátão (Centro com menos de 20 mil habitantes); Braga, Ponte de Lima, Viana do Castelo e Vila Real (Norte); Alfândega da Fé, Armamar, Montalegre e Valpaços (Norte com menos de 20 mil habitantes); Horta, Madalena do Pico, Ribeira Grande e Vila Praia da Vitória (Regiões Autónomas).

 

Segundo a Universidade do Minho “O concurso pretende “reconhecer as boas práticas de projetos implementados pelos municípios com impacto no território, na economia e na sociedade, promovendo o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade”, para além de ter como objetivo “colocar na agenda a temática da territorialização do desenvolvimento, perspetivada a partir da ação das autarquias, bem como valorizar realidades diversas que incluam as cidades e os territórios de baixa densidade nas diferentes regiões do País.